Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Relação entre trabalho, educação e cidadania no campo

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
Fadiva

Informações do trabalho

JULIANO S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
11 páginas
Nível
Para todos
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Brasil: a origem do camponês e da educação no campo
  2. O retrato da educação brasileira: um comentário
    1. A escola brasileira republicana (1889-1930)
    2. A escola brasileira populista e conservadora (1930-1990)
    3. A escola brasileira de final do século XX
  3. Expropriação trabalho e educação no campo
  4. Conquistas e avanços na educação camponesa
  5. Considerações finais
  6. Referências bibliográficas

Este artigo trata-se da relação Educação, Trabalho e Cidadania no Campo. É uma temática que na visão da Geografia agrária aborda a reprodução do modelo de organização fundiária do século XVIII, em detrimento a uma política que incentiva a permanência e o retorno do homem ao campo. Com base em bibliografias de autores especializados na área, o artigo apresenta uma breve descrição sobre a origem dos problemas sociais e educacionais no campo. Enfoca também que o camponês é vítima das atitudes do capitalismo que modifica e até mesmo destrói sua cultura. Nas considerações finais, apresenta uma abordagem geral sobre os fatores que determinaram e determinam o progresso e o regresso da sociedade camponesa.

[...] (OLIVEIRA p 60) Ainda no século XV, sob o comando do primeiro governador geral, Tomé de Sousa em 1549 os missionários Jesuítas implantaram o sistema educacional nas colônias, das quais tinha como objetivo desenvolver a seguinte missão: disseminar entre os povos indígenas e demais povos das colônias o serviço de evangelização através do ensino religioso (catequese) e a educação escolar. Simultaneamente, se desenvolvia nas colônias o trabalho de evangelização, da educação e da agricultura, através do cultivo de produtos típicos da agricultura de subsistência e também da cana-de-açúcar. [...]


[...] Criou pobres cursos supletivos-cursos noturnos de "faz-de-conta", faculdades de beira de estrada, quatro ou até cinco turnos diários, superlotação de salas, sobrecarga da jornada de trabalho dos professores, má formação profissional, ridícula remuneração dos docentes, grande confusão na avaliação dos resultados, redução da hora/ aula, tudo para tentar "cicatrizar" a ferida da desigualdade social, que para uns oferece a escola, para outros faz de conta que oferece - A Escola Brasileira de Final do Século XX - A escola brasileira do Século XX, essa escola foi marcada pelo desmonte dos prejuízos causados pelos os populistas, renuncia a certas ilusões idealistas, descentralização do sistema educacional escolar, participação da sociedade civil nas discussões e decisões de algumas políticas e projetos da escola, articulação entre diferentes esferas de governo: Municipal, Estadual e Federal, contraditória relação entre semi-industrial arcaico e industrial moderno e intensas discussões em relação à interdisciplinaridade envolvendo ensino-aprendizagem e profissionais de diversas áreas a fins EXPROPRIAÇÃO TRABALHO E EDUCAÇÃO NO CAMPO O problema que afeta o camponês, bem como o ensino-aprendizagem está associado ao modelo de organização fundiária criado exclusivamente para expropriar o camponês. [...]


[...] Segundo Kaercher (1999), afirma que por traz de todo este trabalho, havia e sempre houve uma forte influência ideológica por parte do poder- governo, de que a Geografia deveria trabalhar com algo que já está pronto e/ou vem pronto com ênfase no meio físico; rios, vegetação etc. Esse procedimento e/ou forma de trabalhar a Geografia gerava e gera um grande desinteresse para com a matéria e/ou disciplina. Porque trabalhar com algo que já vem pronto, não há o que contestar e nem modificar, segundo a ideologia predominante na época, inserir as pessoas comuns na temática da Geografia poderia gerar e acirrar contestações do tipo "por que tantos sem terra? [...]

Estes documentos podem interessar a você

A importância das artes na construção de uma sociedade inclusiva

 Sociedade   |  Educação   |  Dissertação   |  28/01/2009   |  BR   |   .doc   |   12 páginas

Indisciplina na adolescência

 Psicologia e letras   |  Psicologia   |  Tese   |  24/08/2009   |  BR   |   .doc   |   25 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas