Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Valorização do profissional de docência do ensino superior

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
CASTELO BRANCO

Informações do trabalho

Armênio C.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
24 páginas
Nível
Para todos
Consultado
12 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Formação do docente do ensino superior
  2. A importância de se formentar a crítica em sala de aula
  3. A formação dos professores nas universidades
  4. Motivação da aprendizagem e ligação emocional
  5. Conclusão
  6. Referências bibliográficas

Já em pleno século XXI, pensou-se em contemplar o tema ?A valorização do profissional de Docência? devido aos inúmeros desafios que este profissional tem enfrentado no constante processo de busca pela qualidade da educação.
O tema delimita-se a uma reflexão sobre a necessidade, que os profissionais da educação, têm de buscar atualizar-se de acordo com as novas tecnologias e os novos conhecimentos. O desenvolvimento tecnológico, tanto em termos de informação, quanto em termos de comunicação dita novos rumos a toda sociedade, não somente em termos tecnológicos, mas em termos sociais, econômicos, bem como, culturais. Tais transformações refletem diretamente na prática pedagógica das escolas, em todos os níveis de ensino.
Os cursos de formação de professores, por sua vez, vêm sendo bastante criticados, haja vista que não têm correspondido satisfatoriamente às expectativas da nossa sociedade.
Nesse sentido, esta monografia objetiva analisar as práticas educativas empregadas atualmente, bem como as linhas de saberes, buscando-se compreender os desafios da ação docente e identificando as formas de melhorar a qualidade do ensino. Objetiva, ainda: revisar a literatura que referencia os cursos de formação do professor; analisar as dificuldades encontradas pelo professor para incorporar as mudanças sociais; investigar e analisar a historiografia da educação; examinar os dispositivos de profissionalização do magistério; analisar os instrumentos de avaliação utilizados na prática educativa, propondo adequação, de acordo com a Revolução Tecnológica; demonstrar que quanto à relação teoria-prática o discurso é convincente e embasado em teorias atuais mas a prática não condiz com o mesmo; propor práticas pedagógicas relacionadas na interação humana e condizentes com o atual contexto cultural e tecnológico.
O estudo se justifica e se faz relevante, pois acredita-se que estamos em meio a uma crise de identidade, tanto dos modelos econômicos, quanto políticos. A fim de que fossem organizados e, consequentemente, obtivessem melhorias, os cursos de formação de professores deveriam priorizar o contexto educacional aliado às suas relações com a sociedade como um todo. A efetivação de melhorias na qualidade da formação dos docentes é fundamental para conseguir-se que o profissional de docência seja valorizado.
Em pleno terceiro milênio, evidencia-se que os cursos de formação de professores, ainda encontram-se arraigados aos métodos do passado. É sabido que
os recursos humanos essenciais à escola, são os professores, e os mesmos estão tendo uma formação vazia, sem diretrizes que assegurem a qualidade dos cursos de formação em questão.
Ao analisar-se a trajetória da Escola, observa-se que a escola tem se isolado do contexto social concreto ao se colocar como espaço de cultura e de conhecimentos como fins em si mesmos, dissociados da preocupação de contribuir com a formação de uma cidadania efetiva, adequada às atuais transformações sociais, históricas, tecnológicas, dentre outras.

[...] Sem dúvida alguma, a relação estabelecida entre professor e aluno constitui o cerne do processo pedagógico, pois o saber pode ser adquirido de várias formas, como por exemplo, pelo Ensino à Distância, mas, para quase todos os alunos, em especial para os que não dominam ainda os processos de reflexão e de aprendizagem, o professor continua indispensável. De acordo com Tardiff (2005, p.130): Precisamos de um professor com um papel de orientador das atividades que permitirão ao aluno aprender, que seja um elemento motivador e incentivador do desenvolvimento de seus alunos, que esteja atento para mostrar os processos deles, bem como corrigi-los quando necessário, mas durante o curso, com tempo de seus aprendizes poderem aprender no decorrer dos próximos encontros ou aulas que tiverem. [...]


[...] Dada a natureza do trabalho docente, que é ensinar como contribuição ao processo de humanização dos alunos historicamente situados, espera-se dos processos de formação que desenvolvam conhecimentos e habilidades, competências, atitudes e valores que possibilitem aos professores ir construindo seus saberes-fazeres docentes a partir das necessidades e desafios que o ensino como prática social lhes coloca no cotidiano. Espera-se, pois, que mobilizem os conhecimentos da teoria da educação e do ensino, das áreas do conhecimento necessárias à compreensão do ensino como realidade social, e que desenvolvam neles a capacidade de investigar a própria atividade experiência) para, a partir dela, constituírem e transformarem os seus saberes- fazeres docentes, num processo contínuo de construção de suas identidades como professores (LIBÂNEO; PIMENTA p.262). [...]


[...] O presente estudo será dividido em 5 etapas, a saber: levantamento do referencial teórico; seleção do referencial teórico apropriado a presente investigação; leitura crítico-analítica do referencial selecionado; organização dos dados levantados e elaboração do relatório final FORMAÇÃO DO DOCENTE DO ENSINO SUPERIOR Atualmente, o que observa-se nas escolas é uma forte tendência do professor a manter-se preso aos conhecimentos que construiu durante toda sua ?vida de discente? e incluindo-se aí o período do curso de formação. O conhecimento que foi adquirido por ele acaba por se tornar algo estático e dogmático. [...]

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas