Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
educação
Faculdade
Unicamp

Informações do trabalho

Data de Publicação
13/08/2008
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
fichamento
Número de páginas
9 páginas
Nível
Para todos
Consultado
6 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário

Resenha do Livro: “História da educação Brasileira: A organização escolar”

  1. Introdução

A autora, M. L. S. Ribeiro, é pedagoga, com mestrado e doutorado em Filosofia pela Pontifica Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). M. L. S. Ribeiro foi professora do Programa de Mestrado em Educação na mesma Universidade e publicou diversos livros sobre a Educação Brasileira.
Logo na Introdução, a autora explica os motivos que a levaram a fazer sua abordagem pelo contexto social. A organização escola, enquanto uma instituição social criada pela e para a sociedade como um dos instrumentos de transmissão de cultura enquanto bem de consumo é um elemento de superestrutura, e, portanto, determinado pela infra-estrutura. Desta forma, a visão de totalidade da sociedade brasileira é de extrema importância para a compreensão do fenômeno social organização escolar brasileira. E como a infra-estrutura age sobre a super-estrutura, determinando mudanças correspondentes, (e esta age sobre aquela retardando ou acelerando o processo de mudança original), a autora também reforça a importância de se ter noções sobre estrutura social (infra-estrutura determinante da super-estrutura organização escola). O último princípio de abordagem utilizado pela autora é o da mudança e suas causas, através da investigação histórica para a solução dos problemas enfrentados pela busca de uma organização escola que atenda a sociedade com significativos índices quantitativos e qualitativos.

[...] Em 42 é decretada a reforma do ensino Capanema, relativa ao ensino secundário, refletindo o transplante da ideologia nazi-fascista já agora na organização escolar brasileira. No final do período, campanhas populares em favor da anistia e dos preceitos democráticos vão ganhando força internacional, e o próprio Getúlio decreta a anistia e concede a legalidade ao PCB. O Governo Dutra, em 1946, promulga a 4ª Constituição Republicana. Em relação à Educação, tal Constituição reafirmava os princípios de “democratização”, sendo, no entanto, mais restrita quanto à gratuidade das escolas. [...]


[...] A revolução de 30 é tida como o “grande despertar” da sociedade brasileira para as causas do seu subdesenvolvimento e do seu atraso em relação às sociedades tidas como desenvolvidas. No pós-revolução de 30 percebe-se então algumas dessas causas agricultura de exportação, que não gerou desenvolvimento, e dependência econômica em relação à economia externa. Assim sendo, a estimulação do setor industrial brasileiro aparece como solução dos dois problemas. Desta forma tem origem a ideologia política o nacional-desenvolvimentismo e o modelo econômico compatível a substituição de importações. [...]


[...] A esquerda exige a autonomia completa e reformas internas no campo do trabalho, e era formada por intelectuais da camada média. A autonomia política foi conseguida em 1822, e se fazia então necessária uma Constituição. Quanto à Educação, estava presente a idéia de um “sistema nacional de Educação” em seu duplo aspecto: graduação das escolas e distribuição racional por todo o território nacional. Já no texto constitucional outorgado, esta idéia de “sistema nacional de educação” é abandonada. A única lei gral relativa ao ensino elementar até 1946 é a lei de 15 de outubro de 1827, e esta apresentava as idéias da educação como dever do Estado, da distribuição racional por todo o território nacional das escolas dos diferentes graus e da necessária graduação do processo educativo. [...]

...

Estes documentos podem interessar a você

Importância da interpretação de enunciados no processo de ensino e aprendizagem

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  28/06/2007   |  BR   |   .doc   |   79 páginas

O ensino da literatura: problemas enfrentados

 Psicologia e letras   |  Literatura   |  Monografia   |  16/07/2007   |  BR   |   .doc   |   49 páginas

Mais Vendidos educação

A importância da sala de recursos para a educação inclusiva

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  17/07/2007   |  BR   |   .doc   |   39 páginas

O papel da família na aprendizagem

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  15/01/2007   |  BR   |   .doc   |   23 páginas
Compra e venda de trabalhos acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.