Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Concepção de infância e educação infantil

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
UNIFENAS

Informações do trabalho

Marcos Botega S.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
24 páginas
Nível
Para todos
Consultado
9 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Infância
  2. A educação infantil e suas políticas
    1. A história da política educacional brasileira
    2. A Constituição de 1988
    3. O ECA
    4. A LDB
    5. RCN

Considerando que a arte de educar e de cuidar são características inerentes à raça humana, e que desde sempre houve uma preocupação em cuidar e educar as crianças desde cedo, ou seja, desde a infância, é que se torna importante essa pesquisa, pois aqui a preocupação sobre a educação e o cuidado infantil se fez presente ao longo de todo o estudo. Como se objetivou apresentar a importância da educação infantil e da infância para a criança, bem como dos educadores dessa faixa etária, procurou-se, primeiramente, apresentar, como elo para a introdução da pesquisa, a história da infância, enfatizando os caminhos que ela atravessou até hoje para se constituir no processo de educação mais importante para o ser humano. Deste modo, presenciou-se também, além de sua importância, a educação infantil e as suas políticas, o que mostra especificamente a educação infantil nas creches e nas pré-escolas, assim, apresentando o objeto real de análise para a pesquisa. Contudo, fez-se também necessário apresentar as propostas pedagógicas e práticas para o educador na creche e nas pré-escolas, já que são atuantes na educação básica, o que caracterizou e especificou ainda mais a importância desse local para a inserção da criança no mundo social e também na instituição escolar, posteriormente. Assim, apresentou-se as políticas até o ano de 1988, a Constituição Nacional vigente, de 1988, bem como as leis do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) e o RCN (Referenciais Curriculares Nacionais), apresentando também suas especificidades. Contudo evidenciou-se que assim como o ensino fundamental é de extrema importância para o desenvolvimento do indivíduo, já que ele é tido como essencial e obrigatório por lei, a educação básica, com o ensino nas creches e pré-escolas também tem a sua importância ímpar, já que tem por base todas as características inerentes à criança e é responsável por se desenvolvimento psicológico, intelectual e cognitivo.

[...] Porém, ao que representa o outro lado da questão, o que representava como poder público federal ou estatal passou para os municípios, os quais, na maioria das vezes, não tinham condições de manter os custos da educação infantil e fundamental, o que a constituição prega como dever no artigo 208, inciso dever do estado com a educação será efetivado mediante a garantia de: IV- atendimento em creches e pré-escolas às crianças de zero a seis anos de idade?. Porém, nessa mesma constituição vigente foi feita uma emenda de nº 14, artigo 211 e parágrafo 2º que assegura a responsabilidade dos municípios quanto à educação: municípios atuarão prioritariamente no Ensino Fundamental e na Educação Infantil?. [...]


[...] SUMÁRIO INTRODUÇÃO INFÂNCIA A infância e um breve histórico A EDUCAÇÃO INFANTIL E SUAS POLÍTICAS A história da política educacional brasileira Políticas até A Constituição de O ECA A LDB RCN Especificidades do RCN 22 CONSIDERAÇÕES FINAIS 23 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 24 INTRODUÇÃO Para se falar sobre concepção de infância e sobre a educação infantil é importante ter esclarecida a idéia de que é uma tentativa de explicar algo que se insere em um mundo diferente do mundo adulto. A dificuldade em expressar essa concepção está justamente na idéia de se de um objeto em se falando de outro, como sublinha Becchi (1994: infância é não-palavra, da qual porém se fala, à qual se fala, mas que por definição não se pode replicar com palavras e falar de Para tanto, falar sobre a concepção de infância e sobre a educação infantil, de maneira geral, requer conceitos sobre a história da infância, quando a criança passou a ser vista como tal, assim como as políticas e iniciativas voltadas para a faixa etária de zero a seis anos. [...]


[...] A legislação, as políticas nacionais de Educação Infantil e a realidade: desencontros e desafios. In: MACHADO, Maria Lúcia de A .(Org.) Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo, Cortez p.27-34. GHIRALDELLI, P. Jr. História da Educação. São Paulo: Cortez KRAMER, Sônia. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce ed. São Paulo: Cortez KUHLMANN, Moysés Júnior. Histórias da Educação Infantil Brasileira. Revista de Educação Brasileira. Rio de Janeiro: ANPED, n LISBOA, Antônio Márcio Junqueira. Correio Braziliense, 20/04/2001. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Infância e educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  09/11/2008   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Mais Vendidos educação

A ética da educação

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  14/03/2007   |  BR   |   .doc   |   5 páginas

Cronologia educação no mundo no Brasil de 1500 a 2007

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  27/03/2008   |  BR   |   .pdf   |   96 páginas