Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Movimento estudantil no Ceará durante a ditadura militar

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
sociologia
Faculdade
UNIVERSIDAD...

Informações do trabalho

Francisco M.
Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
11 páginas
Nível
Para todos
Consultado
167 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Capítulo I
    1. O Período que Antecedeu o Golpe de 64 no Brasil
    2. O Período que Antecedeu o Golpe de 64 no Ceará
    3. A Instauração do Regime Militar no Ceará
  2. Capítulo II
    1. Os Primeiros Dias após o Golpe no Ceará
    2. A Luta do Movimento Estudantil no Ceará
    3. Um Pequeno Retrato da Violência do Regime
    4. O Declínio da Ditadura
    5. Espionagem na Academia Desbaratada pelo Movimento Estudantil na Década de 80
  3. Capítulo III
    1. Revisão Bibliográfica
  4. Conclusão
  5. Bibliografia

O objetivo desse trabalho é relatar o período mais conturbado e repressivo da história política do Brasil, uma época recente de nossa história que é de essencial importância para entendermos a atual conjuntura política e social do país. Apesar de ser um tema de extrema importância, ele é pouco discutido pela maior parte da população brasileira, ficando restrito dentro dos muros da academia e sendo discutido apenas dentro dos círculos fechados dos ditos ?intelectuais?. Discutir esse tema não é de interesse de parte da elite que apoiou e muito lucrou com a ditadura militar.
Pretendemos relatar o que levou ao golpe militar, o contexto histórico e a reação do movimento estudantil no Ceará. Explanar como se dava a organização desse movimento, sua passagem para a clandestinidade, as passeatas e protestos contra o regime; e como funcionavam os aparelhos repressivos do Estado durante a ditadura militar no Ceará.

[...] O exemplo da força do movimento estudantil no Ceará antes do golpe está marcado quando, em 1962, os estudantes ocuparam as instalações da UFC, no que ficou conhecido como a ?Greve de A paralisação, que durou 86 dias, tinha como objetivo a participação estudantil no Conselho Universitário com um terço da representação. No Ceará, a conquista foi de apenas um representante no que era uma instância de decisões acadêmicas, mas houve estados onde os estudantes conseguiram participação maior. A greve é símbolo de um período de intensa mobilização estudantil, que envolvia ainda a ''Passeata dos Bichos'', quando uma das principais bandeiras levantadas era por mais vagas no ensino superior. [...]


[...] A emenda constitucional apresentada para a solução parlamentarista era experimental, ou seja, seu prazo de validade seria feito com um plebiscito em 1965, exatamente no final do governo de Jango. Como era evidente o fracasso do sistema, Goulart, através da articulação, conseguiu antecipar o plebiscito para 1963 e usou deste recurso para mobilizar as massas a votarem a volta do presidencialismo pelos poderes. O plebiscito trouxe o presidencialismo de volta ao país numa glorificação de nove milhões de votos a favor contra apenas dois milhões contra. [...]


[...] No final de seu livro, Bráulio destaca as três dimensões que determinaram o curso do movimento estudantil: a moral, a cultura e a hegemonia. Diante das diversas divisões ideológicas e políticas que estavam presentes no movimento estudantil, havia uma ética de conduta tão predominante nas lideranças em geral, que as entidades eram dirigidas como verdadeiros bens públicos, onde primavam à impessoalidade, o respeito às diferenças políticas, a não partidarização e etc. A respeito da cultura, o autor define suas direções. [...]

Mais Vendidos sociologia

As etapas do pensamento sociológico

 Sociedade   |  Sociologia   |  Estudo   |  22/02/2007   |  BR   |   .doc   |   20 páginas

Sociologia Histórica

 Sociedade   |  Sociologia   |  Estudo   |  27/02/2013   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Últimos trabalhos sociologia

O Governo Representativo: Transformações das Características e Limitações das Teorias

 Sociedade   |  Sociologia   |  Estudo   |  28/02/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas

Sociologia Histórica

 Sociedade   |  Sociologia   |  Estudo   |  27/02/2013   |  BR   |   .doc   |   13 páginas