Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A importância e atuação do oftalmologista na perícia médica

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
24 páginas
Nível
Especializado
Consultado
5 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. A perícia médica enquanto especialidade
    1. O papel do oftalmologista na medicina do trabalho
  2. Doenças ocupacionais na área de oftalmologia
    1. Blefarite (H01.0)
    2. Conjuntivite (H10)
    3. Ceratite e ceratoconjuntivite (H16)
    4. Catarata (H28)
    5. Inflamação coriorretiniana (H30)
    6. Neurite óptica (H46)

Os olhos são órgãos muito delicados e responsáveis por setenta e cinco por cento do nosso contato com o mundo, ficando os outros vinte e cinco por cento divididos entre os outros quatro sentidos (audição, tato, olfato e paladar). São constituídos por várias estruturas que juntas conectam o mundo exterior com o nosso interior, captando as imagens e movimentos e levando as informações até o cérebro.

[...] Recomenda-se a verificação do cumprimento, pelo empregador, de medidas de controle dos fatores de risco ocupacionais e acompanhamento de saúde do trabalhador, prescritas na legislação trabalhista e nos regulamentos sanitários e ambientais existentes nos estados e municípios. (BELFORD, 1981). Recomenda-se consultar a NR 15, que define os LT das concentrações em ar ambiente de algumas substâncias químicas. É possível que efeitos oculares ocorram mesmo em concentrações abaixo dos LT permitidos, devendo tal fato ser registrado e acompanhado pelos setores de saúde e segurança das empresas e das equipes de vigilância sanitária do SUS. [...]


[...] A prevenção da inflamação coriorretiniana relacionada ao trabalho baseia-se na vigilância doa ambientes, das condições de trabalho e dos efeitos ou danos para a saúde (ORÉFICE, 1987) NEURITE ÓPTICA (H46) O termo neurite óptica abrange a inflamação, degeneração ou desmielinização do nervo óptico, que pode ser devida a uma grande variedade de doenças. As neurites ópticas podem ser classificadas, de acordo com sua etiologia, em inflamatórias, isquêmicas, tóxicas, carenciais, compressivas e hereditárias. Podem, ainda, ser devidas a lesões traumáticas no nervo óptico, e/ou conseqüente ao edema de papila que ocorre na hipertensão intracraneana (BRASIL, 2001) Sinais e Sintomas A perda da visão é o sintoma fundamental e serve para diferenciar a neurite óptica do edema de papila, que poderiam ser confundidos ao exame oftalmoscópico. [...]


[...] A avaliação da saúde do trabalhador no momento de sua admissão na empresa deve ser muito mais detalhada, valorizando-se os exames que permitam detectar ou prevenir doenças crônicas não-transmissíveis, bem como fatores como possíveis acidentes e riscos na execução do trabalho, assiduidade no uso de instrumentos de proteção, tipos de possíveis quedas ou choque de objetos contundentes contra o corpo, desabamentos ou desmoronamentos, entre outros.Por isso, a questão merece uma abordagem, em torno do Programa de Prevenção dos Riscos Ambientais (PPRA) e do Programa de Controle Médico em Saúde Ocupacional . [...]

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas