Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A inovação tecnológica no auxílio dos custos no plantio de café

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
105 páginas
Nível
Especializado
Consultado
3 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Inovações tecnológicas; aspectos teóricos e conceituais
    1. Inovação tecnológica e desenvolvimento econômico: uma abordagem schumpeteriana e outras contribuições
    2. Inovações e modernização na agricultura: aspectos de sua evolução
    3. A inserção das Inovações tecnológicas na agricultura brasileira
    4. Mudanças tecnológicas: aspectos competitivos e evolutivos
    5. Fatores de mudanças do padrão tecnológico da agricultura
    6. Perspectivas de mudanças para países menos desenvolvidos
  3. Políticas econômicas para o setor cafeeiro eseus reflexos no comportamento de mercado
    1. A Influência das políticas econômicas do café no comportamento da produção e comercialização
    2. Comportamento de preços do café no mercado externo e interno
    3. Comportamento recente da produção brasileira e consumo interno
  4. Atividade cafeeira no Paraná e as inovações tecnológicas por modelo de cultivo
    1. Surgimento e expansão da cafeicultura paranaense
    2. Modelos tecnológicos da cafeicultura paranaense
    3. Modelo tecnológico tradicional
    4. Modelo tecnológico da renovação
    5. Modelo tecnológico para o Paraná
    6. Características de implantação do modelo
    7. A pesquisa na cafeicultura
  5. Análise econõmicas dos modelos de cafeicultura praticados no Paraná
    1. Comportamento da produção paranaense
    2. Composição dos custos de produção
    3. Cálculo e comportamento das variáveis: margem de contribuição, ponto de equilíbrio e lucro
    4. Análise de viabilidade econômica para adoção e disseminação de inovações na cafeicultura paranaense

A inovação tecnológica tem sido fator de impulso ao desenvolvimento econômico, sua dinâmica desencadeia reflexos em todos os setores da economia. No caso específico da agricultura, vem possibilitando o crescimento quantitativo e qualitativo da produção.
O objetivo deste trabalho é caracterizar os efeitos das inovações tecnológicas na agricultura. Em termos específicos, pretende-se fazer uma análise da cafeicultura paranaense, suas fases ? de acordo com as tecnologias utilizadas ?, comportamento das variáveis financeiras e, principalmente, aspectos de sua possível retomada a partir de meados desta década, com novo enfoque de produção.
A cafeicultura é uma importante atividade econômica para um conjunto de países produtores e consumidores que, juntos, exercem uma demanda mundial próxima de 100 milhões de sacas de café por ano, o que provoca um relevante efeito socioeconômico em termos de renda, emprego e suas conseqüências.

[...] Com base nesses resultados e no desempenho dos indicadores financeiros obtidos, conclui-se que a atividade cafeeira no Paraná que for capaz de produzir segundo as recomendações do novo modelo será mais competitiva em relação aos modelos de menor grau de inovações e tem perspectiva de retornos financeiros vantajosos. Resgatando os princípios teóricos apontados por Schumpeter sobre as inovações tecnológicas e especialmente de sua introdução no processo produtivo, destacamos que, todo método de produção em uso num certo momento se curva diante da adequação econômica, e que o ideal tecnológico, que não leva em conta as condições econômicas, é modificado. [...]


[...] Os fatores externos que têm influência e são influenciados pelos internos, podem ser identificados, segundo Salles Filho, através das seguintes questões: consciência crescente sobre a contribuição efetiva do padrão agrícola moderno para a degradação ambiental, despertando uma preocupação a nível institucional e ações dirigidas para a busca de soluções; auto-suficiência alimentar em dois dos três pólos econômicos e de desenvolvimento tecnológico do planeta (EUA e os custos de produção estão crescendo a taxas maiores que aquelas que poderiam aumentar os preços dos produtos agrícolas, implicando em políticas nacionais para sustentação da renda do agricultor (políticas de subsídios); o desenvolvimento de novas tecnologias, particularmente da biotecnologia e a informática que oferecem um vasto potencial de oportunidades tecnológicas; o fatores e as novas tecnologias no processo de mudança, segundo BONNY & DAUCÉ (1987; 1989), sustentam a idéia de que estar-se-ia vivendo um momento de transição, as novas tecnologias estão iniciando um movimento de confrontação com as trajetórias vigentes. [...]


[...] O Acordo de Taubaté, ficou conhecido por tratar-se da primeira reunião realizada pelos Estados produtores e exportadores de café, sob a liderança dos governos de SP, MG e RJ, diante da oferta crescente nacional e da queda de preços do café no mercado externo. Este acordo marcou a fase inicial da interferência mais direta na economia cafeeira, originando posteriormente uma série de políticas econômicas para o setor, o que poderíamos chamar de regulamentação do setor cafeeiro. No mercado norte americano o café assume o segundo lugar em termos de volume de bebidas, perdendo somente para refrigerantes; Alguns autores afirmam que o desempenho econômico do café na economia paranaense, foi profundamente diverso do que foi para a economia paulista, ou seja, não deu um impacto econômico semelhante ao que se deu à economia paulista. [...]

Últimos trabalhos administração

Relação do Estado das Estradas e a Qualidade da Maçã

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  11/06/2013   |  BR   |   .doc   |   18 páginas

Produção e Gestão da Serraria

 Administração e marketing   |  Administração   |  Estudo   |  16/08/2012   |  BR   |   .doc   |   35 páginas