Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Panorama do carnaval pernambucano

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
comunicação
Faculdade
UFPE

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
38 páginas
Nível
Para todos
Consultado
0 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Panorama do carnaval pernambucano

Na primeira parte da pesquisa estamos trazendo algumas informações sobre os blocos, o frevo, maracatu e alguns ritmos e costumes típicos do carnaval pernambucano. O nosso objetivo nesta parte do trabalho é introduzir o assunto ao trabalho e explicar sem muitos detalhes, apenas dando uma visão geral sobre o carnaval.
Na segunda parte foi organizado um objetivo geral ao grupo e outro individual que cabe a cada integrante específico. Os objetivos individuais serão expostos ao longo do trabalho.
O objetivo geral do trabalho é criar uma harmonia entre todos os assuntos abordados e mostrar através desta pesquisa uma visão ampla do carnaval. Isso será feito através de pesquisas mais específicas e entrevistas com pessoas integradas e ativas no mundo carnavalesco.
Não planejamos fazer algo totalmente diferente sobre o carnaval pernambucano, mas sim nos aprofundarmos sobre o mesmo baseados em fatos conhecidos e em outros mais remotos.

[...] Assim, antes do Carnaval faziam ensaios nas sedes onde convidavam o público. Além de promover os dias Gordos, os clubes estavam ativos o ano inteiro, integrados na vida coletiva . era a reunião entre pessoas para compartilhar situações e condições semelhantes. Os membros tinham uma identidade social e cultural. Existia uma rivalidade entre clubes, gerando vários conflitos, muitas pessoas usavam essas confusões generalizadas para acerto de contas. Além disso, o frevo era uma dança que se assemelhava a uma luta corporal, que agitava ainda mais o povo. [...]


[...] Foi reformada e sai todos os anos a meia-noite da sexta feira de Carnaval do pátio do cemitério de Catende. O seu carregador teve que ser escolhido por sorteio, já que ninguém queria mexer com ?coisa do outro mundo?. Os Gigantes do Grande Rio: Zé Pereira e Vitalina Em 1919 surge em Belém do São Francisco Zé Pereira. Um gigante de aproximadamente quatro metros de altura que assustava as crianças e animava o Carnaval local. Dez anos depois casou com Vitalina, outra gigante. [...]


[...] Estes são alguns Maracatus de Nação em plena atividade no carnaval de Pernambuco: Nação Elefante Nação Leão Coroado Nação Estrela Brilhante Nação Indiano Nação Porto Rico do Oriente Maracatu Nação Pernambuco: Criado com o objetivo de dar ao maracatu uma linguagem moderna, ao longo deste período o grupo foi artifície e gênese de significativas mudanças no panorama da cultura pernambucana. Na entrada do terceiro Milênio, o Brasil redescobre o Brasil ancestral, presente na história contada pelo povo em seus folguedos , dos quais Pernambuco é um celeiro imensurável.Neste processo, o Nação Pernambuco desempenhou um papel fundamental, criando projetos que libertam o maracatu do carnaval, tornado-o conhecido e admirado por milhares de pessoas. [...]

Últimos trabalhos comunicação

Relações interpessoais: funcionamento e desenvolvimento do grupo

 Administração e marketing   |  Comunicação   |  Estudo   |  16/01/2010   |  BR   |   .ppt   |   25 páginas

Escola, educação ambiental e os meios de comunicação

 Administração e marketing   |  Comunicação   |  Dissertação   |  20/06/2008   |  BR   |   .doc   |   8 páginas