Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Depressão pós-parto

Informações sobre o autor

 
Nível
Especializado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
ITPAC

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo de caso
Número de páginas
25 diapositivo
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Epdemiologia
  3. Fisiopatologia
  4. Fatores de risco
  5. Quadro clínico: Depressão pós-parto
  6. Depressão pós-parto x Tristeza materna
  7. Tristeza materna
  8. Preocupação materna primária
  9. Quadro clínico: Psicose puerperal
  10. Abordagem terapêutica
  11. Tratamento versus lactação
  12. Prevenção
  13. Detecção precoce e sequelas
  14. Equipe multidisciplinar
  15. Conclusão
  16. Bibliografia

"Cerca de 85% das mulheres apresentam algum tipo de alteração do humor durante o período puerperal. Na maioria dos casos, o distúrbio é leve e transitório, mas até 15% delas podem apresentar alterações incapacitantes e persistentes? Flutuações do humor, irritabilidade e ansiedade são alterações comuns no período puerperal Podem iniciar nos primeiros 4-5 dias após o parto. A depressão pós-parto acomete 10-15% das mulheres, especialmente aquelas com antecedentes de depressão. Na maioria das mulheres as alterações: São leves Regridem espontaneamente em 7-14 dias Não chegam a interferir na capacidade da mãe em tomar conta do bebê.

Mais Vendidos medicina

Colecistopatias

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  09/10/2007   |  BR   |   .ppt   |   54 páginas

Patologias cirúrgicas do Baço

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  21/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   64 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas