Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Anemias hemolíticas imunes

Informações sobre o autor

 
Nível
Avançado
Estudo seguido
medicina
Faculdade
UFMG

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
.ppt
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
30 diapositivo
Nível
avançado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Tratamento
    1. Anemias Hemolíticas Auto-Imunes por Anticorpos a Quente
    2. Anemias Hemolíticas por Auto-Anticorpos a Frio
    3. Anemias Hemolíticas Imunes por Drogas
  3. Conclusões
  4. Bibliografia

Introdução Na circulação, o glóbulo vermelho pode ser agredido por mecanismos imunes de diferentes procedências. Anticorpos incompatíveis passivamente introduzidos produzem reações hemolíticas transfusionais e durante a gestação doença hemolítica perinatal. Hemólise imune por drogas pode ser consequência de auto-anticorpos (metildopa), de anticorpos contra droga absorvida à superfície do glóbulo (penicilina, cefalosporinas) e da absorção ao glóbulo de complexos imunes droga-anticorpo (quinidina, PAS, sulfa, clorpromazina, rifampicina). Auto-anticorpos antieritrocitários podem surgir de modo idiopático ou secundários a neoplasias, colagenoses e infecções a vírus, resultando anemias hemolíticas auto-imunes (AHAI).

[...] A hemoglobinúria paroxística a frio é bastante rara e usualmente autolimitada, remitindo espontaneamente com a regressão da virose ou após tratamento anti-sifilítico. O tratamento do período agudo resume-se em evitar exposição ao frio e medicação sintomática. Anemias Hemolíticas Imunes por Drogas O tratamento é baseado na suspensão do medicamento com o qual cessa prontamente a crise hemolítica, e em cuidados gerais já mencionados na descrição dos programas terapêuticos das anemias auto-imunes. Conclusões Na circulação, o glóbulo vermelho pode ser agredido por mecanismos imunes de diferentes procedências. O clínico deve estar consciente de que estes pacientes possuem [...]


[...] Anemias Hemolíticas Auto-Imunes por Anticorpos a Quente: O clínico deve estar consciente de que estes pacientes possuem no soro anticorpos inespecíficos que tornam praticamente todas as amostras de sangue incompatíveis para transfusão. Entre a premência de transfundir e o perigo de usar sangue incompatível , deve ser estabelecido um consenso e assumir o risco somente nos casos graves. Anemias Hemolíticas Auto-Imunes por Anticorpos a Quente: O hábito no trato dessas situações comanda as seguintes sugestões: Transfundir o sangue que mostrar menor incompatibilidade in vitro; empregar papa de hemácias lavadas para remover fatores séricos e complemento; Anemias Hemolíticas Auto-Imunes por Anticorpos a Quente: transfundir pequenas porções a curtos intervalos ml de papa a cada 12 horas são suficientes; transfundir, lentamente, com observação atenta para detectar sinais de choque ou hemólise intravascular. [...]

Mais Vendidos medicina

Colecistopatias

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  09/10/2007   |  BR   |   .ppt   |   54 páginas

Patologias cirúrgicas do Baço

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  21/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   64 páginas

Últimos trabalhos medicina

Fisiologia e Anatomia em Otorrinolaringologia

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   13 páginas

Diagnóstico e tratamento das Otites

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo   |  25/09/2012   |  BR   |   .ppt   |   27 páginas