Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Estudo sobre a fisiologia da lactação

Informações sobre o autor

Medico
Nível
Especializado
Estudo seguido
Universidad...

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
27 páginas
Nível
Especializado
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
2 Avaliaçao cliente
5
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Unidade morfo-funcional da mama
    1. A estrutura das mamas
  3. Mamogenese
    1. Crescimento e desenvolvimento da mama
    2. Complexo hormonal da lactação
    3. Tireoide
    4. Suprarenala
  4. A lactogênese
    1. Perfil da prolactinemia no ciclo grávido-puerperal: fator inibidor da prolactina (PIF)
    2. Durante a gravidez
    3. Conclusão
    4. Prolactina (PRL).
    5. Lactogênio placentário (LP).
    6. Hormônio do crescimento (GH).
    7. Glicocorticóides
    8. Hormônios tireoidianos
    9. Calcitonina
    10. Hormônio da paratiréoide (PTH).
    11. Insulina e glucagon
    12. Esteróides ovarianos
  5. A galactopoiese
    1. O efeito contraceptivo da lactação
    2. Métodos anticoncepcionais e lactação
    3. Patologias da Lactação. Caracterização clínica. Tratamento

As glândulas mamarias são órgãos complementários do aparelho reprodutor feminino. A função delas e de secretar leite adaptado à nutrição do recém-nascido.
O desenvolvimento da glândula mamaria e a instalação de lactação são controlados pela sistema nervoso central. O controle da SNC se exercita sobre a função gonadotrópica da hipófise anterior. A estação de controle neuro-hormonal e o hipotálamo.
Existem três processos que condiciona a formação do leite:
a) Desenvolvimento da glândula mamaria para aleitamento (mamogénese)
b) O inicio da lactação pós-parto (lactogénese)
c) A manutenção da lactação e a excreção do leite (galactopóiese)
A função da glândula mamaria resulta pela interação dos vários sistemas hormonais, antagônicas ou sinérgicas.

[...] Quase toda constelação hormonal do corpo e implicada na fisiologia da lactação, seja na mamogenese, seja nas outras etapas, mas o que e importante e que a ação deles esta fortemente interligada com a ação da prolactina e do hormônio de crescimento (GH ou STH) 4. Em todo processo da formação e sintese do leite a hipofise tem o papel fundamental. Os estrogênios e a progesterona não tem nenhum efeito sobre a glândula mamaria na ausência da hipófise anterior A semelhança da estrutura química da prolactina e do hormônio de crescimento tem posto em duvida ate a existência da prolactina como hormônio em si, também como hoje o hormônio inibidor da prolactina (PIF) e assimilado ao dopamina as teorias são ainda contraditórias O principal fator que favorece a manutenção da secreção láctea e o reflexo de sucção do feto ele desencadeia uma secreção complexa hormonal que se exprima produzindo o aumento da mama e lactação, tanto em presença quanto em ausência dos ovários isto o reflexo de sucção pode manter ele sozinho a lactação 7. [...]


[...] Não existem doenças medicais em qual a utilização da amenorreia de lactação seja proibida, e não existem comprovantes sobre o impacto negativo sobre a saúde da mãe. No obstante, existem situações em qual o aleitamento pode ser proibido e por isso, o método também não pode ser utilizado: Infecção com HIV Remédios como antimetabolitos, bromocriptina, alguns anticoagulantes, corticóides, ciclosporina, ergotamina, lítio, psico-moduladores, preparados radioativos e reserpina Afecções do recém-nascido (malformações) que podem causar dificuldades de aleitamento. A anovulação durante o aleitamento parece a ser causada pelo altos níveis de prolactina, que agem no hipotálamo e parando a secreção dos hormônios. [...]


[...] ação da progesterona sobre os estrogênios iniba a secreção da prolactina Apoiando essas hipóteses tem as seguintes provas experimentais: ao administrar estrogênios ou progesterona aumenta a neutralização biológica dos corticóides somente os estrogênios podem aumentar a secreção da prolactina e podem mesmo iniciar a lactação. A progesterona tem efeitos contrários se os estrogênios forma dados em concentrações altas eles não tem mais efeito positivo sobre a lactação. CONCLUSÃO: A progesterona tem efeitos negativos para lactogênese. Uma prova da ação desfavorável das progesteronas sobre a lactação e oferecida pela diminuída da lactação usando Norethynodrel (Sattartwaite e Gamble), ou Orthonovum (cada comprimido contem 0.5 mg of norethindrone e 0.035 mg ethinyl estradiol), conseguindo parar a lactação em 32,5% dos casos. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Administração de Suprimentos e Logística

 Administração e marketing   |  Administração   |  Projeto   |  30/08/2006   |  BR   |   .doc   |   13 páginas

Ficha de Leitrura: La Escuela del Mundo al Revés

 Sociedade   |  Ciências políticas   |  Fichamento   |  05/01/2012   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Mais Vendidos medicina

Colecistopatias

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  09/10/2007   |  BR   |   .ppt   |   54 páginas

Patologias cirúrgicas do Baço

 Biologia e medicina   |  Medicina   |  Estudo dirigido   |  21/06/2007   |  BR   |   .ppt   |   64 páginas