Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A utilização da energia humana na força da qualidade total

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
direito...
Faculdade
Fumesc

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo
Número de páginas
23 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Origem e Desenvolvimento da qualidade total
    1. A qualidade em diversas épocas da história
    2. A II Grande Guerra
    3. O legado japonês
    4. Os americanos acordam para a Nova Ordem
    5. A nova concepção de qualidade total
  3. A política de recursos humanos e suas contribuições na gestão de qualidade
    1. O que é política de recursos humanos
    2. A base da política de recursos humanos
    3. Uma ação conjunta
    4. A ética
    5. Os 3 pontos fundamentais da política de Recursos Humanos
    6. Alguns fracassos na área da qualidade das empresas
    7. IBM
    8. Caterpillar
  4. Um modelo articulado de valores e processos
    1. Os sentimentos e a qualidade total
    2. Os valores nas organizações
    3. A experiência de um Ator
    4. Um modelo alternativo
    5. Os 12 passos
  5. A qualidade total numa concepção cultural
    1. O que é cultura organizacional
    2. As diversas culturas organizacionais existentes
  6. Conclusão
  7. Referências Bibliográficas

O presente trabalho tem como objetivo demonstrar a importância do ser humano na Gestão pela Qualidade Total (TCQ) em uma empresa. A escolha deste tema surgiu após uma análise sobre os inúmeros fracassos de implementação do TCQ nas empresas, bem como pela observação de que o ser humano, inúmeras vezes, não é abordado e trabalhado neste método de gestão empresarial. Logo, o desenvolvimento de uma qualidade de vida do ser humano dentro e fora do seu ambiente de trabalho é depreciada a favor dos processos estatísticos.
O capítulo inicial tem como objetivo definir um conceito sobre qualidade total, através de um relato histórico desta teoria, iniciando-se no período pós II Guerra até os dias atuais citando, inclusive, o prêmio Deming e o prêmio Baldrige.
Já o capítulo 2 enfoca a importância dos recursos humanos na gestão pela qualidade total. Dentro desta questão, será abordada a necessidade de priorizar o ser humano dentro do processo de Gestão da Qualidade Total. Serão pesquisados e analisados alguns casos de projetos de qualidade total implantados e que não atingiram as metas estabelecidas.
O capítulo 3, pretende introduzir um método da Gestão pela Qualidade Total em recursos humanos, informando os meios necessários para a obtenção de uma vida qualitativa positiva, tanto no ambiente profissional como no pessoal. Para tanto, foi relatada a experiência de um ator que auxilia na implementação da Gestão de Qualidade Total nas empresas e, principalmente, criou-se um paralelo com os 12 passos de Alcoólicos Anônimos.
Finalmente, o último capítulo abordará a gestão pela qualidade total em recursos humanos, como um meio necessário à sobrevivência das empresas no mercado, demonstrando a necessidade de introduzir este processo na cultura organizacional. Dentro deste aspecto, conclui-se então, um "ciclo" iniciado com o surgimento da qualidade total e finalizado com o resgate do ser humano inserido em uma determinada concepção cultural.

[...] Handy, podem se classificar, genericamente, em: cultura do poder, cultura de papéis, cultura de tarefa, cultura de pessoa." Dentre essas culturas, a de tarefa é a que mais se adequa ao ambiente da qualidade total pois, segundo Francisco Gomes de Matos, ela é "orientada para o trabalho, seu poder e influência estão mais centralizados no conhecimento e na perícia e muito menos no poder pessoal ou de posição." As outras 3 culturas não são as mais adequadas pois: A cultura de poder significa a subordinação total dos integrantes da organização ao seu líder. [...]


[...] Mas ainda haviam fatores de ordem psicológicas e culturais que influenciaram fortemente a adoção da ideologia do controle de qualidade total nas indústrias japonesas: - Valorização da educação. Tal fator é influenciado fortemente pela es- crita japonesa, que é de difícil assimilação. - Os sindicatos possuem uma organização diferente dos americanos. Enquanto nos EUA eram divididos em funções, no Japão eram dividi-dos por corporações. - O trabalhador japonês tem sua motivação determinada por diversos aspectos, além do dinheiro. Entre eles estão o reconhecimento pelos demais colegas, a alegria pelo crescimento pessoal, etc. [...]


[...] Na organização é a exercitação da confiança e fé que a empresa depositou em seus recursos humanos, de forma a conduzir com sucesso o programa de Qualidade Total. - Décimo segundo passo: "Tendo experimentado um despertar espiritual, graças a estes passos, procuramos transmitir esta mensagem aos alcoólicos e praticar estes princípios em todas as nossas atividades". O alcoólico em recuperação retoma a alegria de viver, através dos 12 passos, e para a sua própria sobrevivência utiliza estes passos em todas as suas atividades e procura passar esta nova maneira de viver para alcoólatras que ainda sofrem. [...]

Últimos trabalhos direito (outro)

Direito Comercial

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   6 páginas

Direiro Ambiental

 Direito e contrato   |  Outro   |  Estudo   |  25/11/2013   |  BR   |   .doc   |   5 páginas