Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Uma análise crítico - reflexiva sobre os materiais didático da matemática

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
estudo dirigido
Número de páginas
39 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Metodologia
    1. População
    2. Instrumentos
    3. Avaliação
  2. Desenvolvimento prático
    1. Matemática - jogos, atividades e desafios
    2. Jogo 1
    3. Jogo 2
    4. Jogo 3
    5. Jogo 4
    6. Atividade 1
    7. Atividade 2
    8. Atividade 3
    9. Atividade 4
    10. Atividade 5
    11. Atividade 6
    12. Atividade 7
    13. Desafio 1
    14. Desafio 2
    15. Desafio 3
    16. Desafio 4
    17. Desafio 5
    18. Problema 1
    19. Problema 2
    20. Problema 3
    21. Problema 4
    22. Problema 5
    23. Problema 6
    24. Problema 7

Na história da humanidade a noção de números e suas extraordinárias generalizações estão intimamente ligadas, e a própria vida está impregnada de matemática: grande parte das comparações que o homem formula, assim como gestos e atitudes cotidianas, aludem conscientemente ou não a juízos aritméticos e propriedades geométricas, além disso a ciência, a indústria e o comércio nos colocam em permanente contato com o amplo mundo da matemática.
Porém, os alunos, de modo geral encontram uma aversão psicológica ou mesmo uma dificuldade natural para tratar a Matemática. Pode ser que uma das causas para estes problemas seja a falta de uma conscientização metodológica mais moderna, mais realista e aplicável no dia-a-dia do educando. Outros fatores também podem influenciar o desestímulo do aluno e também gera dificuldades para o professor ensinar.
Existem programas específicos para determinados tipos de alunos, que muitas vezes deixaram a escola por questões diversas, mas que gostariam de voltar a estudar, entre eles o PEART, que visa atender através de um monitoramento, alunos do primeiro grau, que moram e trabalham no meio rural. Os monitores são treinados por professores que fazem um acompanhamento sistemático, desde a elaboração do programa até a distribuição de material e avaliação. Mas mesmo neste grupo de alunos, monitores e professores viu-se que ainda existe muita dificuldades para dominar o conteúdo básico da matemática. Daí a busca, através deste estudo, procurando realizar uma analise dos principais problemas que surgem no aprendizado da matemática.
Sabe-se que alguns dos grandes problemas no ensino da matemática, está acontecendo na formação do professor, quando a maioria está recebendo apenas as informações técnico/teórica e não um ensinamento do processo aprendizagem em si, da integração aluno/professor, ou sua interação sócio-política como um agente modificador, a diferença entre professor e educador. Os cursos acadêmicos de modo geral, estão aplicando uma matemática que está longe do que vai se usar no dia-a-dia, e principalmente não estão sendo enfatizados a didática, a metodologia e os recursos. Diante deste quadro temos professores formados que não conseguem se fazer entender e menos ainda motivar o aluno a gostar da matemática, pois como disse alguém ?só aprendemos o que gostamos?.
Através da aplicação de alguns exercícios para o aluno do PEART, pretende-se verificar a sua eficácia e sugeri-los aos monitores, pois eles é que estarão à frente da sala de aula. Não existe a pretensão de esgotar o assunto, mas suscitar o pensamento de profissionais da área e pessoas interessadas.

[...] Finalmente, ligue os pontos: o 1 com o 10 do outro segmento, o 2 com o 9 do outro segmento, o 3 com o 8 e assim sucessivamente - ATIVIDADE 7 Tome uma circunferência com 32 pontos equidistantes, conforme apresentado a seguir: Adote uma regra para ligar os pontos desta circunferência, como por exemplo onde x é o ponto de partida da reta e o resultado é o ponto de chegada, neste caso por exemplo, o 1 será ligado com o o 2 com o 10 e assim sucessivamente. [...]


[...] Uma reflexão sobre esse problema deveria ser feita pelo professor no sentido de questionar até que ponto os alunos estão acompanhando a matéria, se o conteúdo selecionado é significativo para o aluno, se o aluno está preocupado em aprender Matemática e se ele Professor) está reconhecendo as dificuldades do aluno e a finalidade da Matemática hoje. Os problemas evidenciados em relação à concepção da Educação Matemática parecem estar associados à formação do professor e talvez à produção do conhecimento matemático. [...]


[...] Se o aluno aprender a noção de espaço ocupado pelo cubo, entenderá com mais facilidade o que é volume e poderá fazer outros cálculos, como o volume da sua sala de aula, da sua pasta escolar ou de uma caixa de sapatos - METODOLOGIA 3.1 População Os exercícios foram aplicados com alunos do PEART - de uma escola de periferia, provenientes de famílias com muita dificuldades financeiras, cujos pais trabalham em lavouras de bóias-frias ou então em serviços braçais e os alunos também trabalham em grandes jornadas Instrumentos Para o desenvolvimento prático deste estudo foi utilizado planos de aulas, onde alguns exercícios são orientados e outros são dados como tarefas, conforme material e orientação da coordenação regional do PEART Avaliação A avaliação da aplicabilidade ou não do tipo de tarefa sugerida foi através da correção e análise dos resultados apresentados nos exercícios aplicados aos alunos, com cálculo percentual de erros e acertos - Desenvolvimento prático 4.1 - Matemática- Jogos, Atividades e Desafios A Matemática precisa ser encarada de maneira diferente do que vem ocorrendo. [...]

Últimos trabalhos matemática

Amostragem e probabilidade

 Engenharia e tecnologias   |  Matemática   |  Estudo   |  12/12/2008   |  BR   |   .ppt   |   36 páginas

Matemática e mosaicos: um estudo de produção artística matemática de M. C. Escher

 Engenharia e tecnologias   |  Matemática   |  Monografia   |  04/10/2008   |  BR   |   .doc   |   42 páginas