Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

A importância da educação precoce no desenvolvimento dp portador da deficiência mental

Informações sobre o autor

Consultoria - Consultoria - Gerência de Recursos Humanos
Nível
Especializado
Estudo seguido
Mestrado...

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
30 páginas
Nível
Especializado
Consultado
1 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
1 Avaliaçao cliente
5
escrever um comentário
  1. Introdução
  2. Fundamentação teórica
  3. Conceito de portador de deficienica mental
  4. Características comportamentais
  5. Breve histórico da deficiencia mental
    1. A excepcionalidade como condição
  6. Educação precoce
    1. Como estimular a criança no primeiro ano de vida
    2. Estimulação Visual
    3. Estimulação Auditiva
    4. Estimulação olfativa e gustativa
    5. Estimulação do tato
    6. Estimulação motora
    7. Estimulação Cognitiva
    8. Estimulação da linguagem
    9. Assistência à rotina diária
  7. Como estimular a criança nos segundo e terceiros anos de vida
    1. Área sensório-perceptiva
    2. Área motora
    3. Área cognitiva
    4. Área de linguagem
    5. Treinamento de Hábitos

De acordo com estimativas aceitas mundialmente e divulgadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 10% da população, em qualquer parte do mundo, apresenta algum tipo de deficiência (usando-se também as expressões ?especialidades? ou necessidade especial). No Brasil, as condições de pobreza, miséria, desnutrição e precariedade do atendimento primário à saúde agravam significativamente este quadro.

Essa falta de estímulos, de alimentação, moradia adequada, bem como a falta de afeto e tempo de dedicação dos pais para com os filhos, leva muita dessas crianças a apresentarem atrasos no desenvolvimento. Atrasos estes que poderiam ser amenizados em muito, caso fossem detectados precocemente.

Estão incluídos no percentual mentais as de maior incidência, atingindo 5% da população, em segundo lugar, as deficiências físicas com 2%, depois as deficiências auditivas com 1,5%, em seguida as deficiências da visão atingindo 0,5% da população?(Coordenadoria Nacional para Integração da Pessoa Portadora de Deficiência ? CORDE, 1992, p.9)

[...] Brasília DF, 1995) 1.1 Objetivo Geral O presente estudo tem por objetivo apontar a importância da estimulação precoce e algumas técnicas que possibilitam um melhor desenvolvimento do portador da deficiência mental. II - Fundamentação Teórica Algo que tem preocupado muito os estudiosos é o fato de que cada ano que passa aumenta o número de alunos que apresentam dificuldades na área acadêmica e que estes alunos, ou estão sendo retidos em uma mesma série por anos seguidos, ou então encaminhados par avaliação educacional com destino à sala especial. [...]


[...] ( Jogos e brinquedos são necessários, porque brincando aprende a desenvolver habilidades como focalizar o olhar, coordenar os movimentos, sentir o cheiro, o tamanho e a textura, compreender o funcionamento de objetos, expressar-se e interagir com os demais - Como estimular a criança no primeiro ano de vida A seguir será apresentado, de acordo com Perez Ramos (1978), técnicas a serem utilizadas em estimulação precoce - Estimulação Visual: - Inclinar-se em direção à criança enquanto a banha, a veste ou a alimenta, falando-lhe, sorrindo-lhe ou estimulando-a de alguma forma. [...]


[...] De forma semelhante, há inúmeros tipos e graus de deficiências visuais que não se constituem em fatos para a inclusão no grupo da excepcionalidade, pois não solicitam recursos especiais para aprendizagem de leitura e escrita e para o ajustamento psicossocial. IV CARACTERÍSTICAS COMPORTAMENTAIS Uma questão que sempre se propõe quando estudamos os excepcionais é a existência ou não de características específicas a cada grupo de excepcionalidade. Isto é, manifestam as várias excepcionalidades comportamentais que as caracterizam como um grupo. Um estudo cuidadoso a esse respeito mostra-nos concepções diversas que procuram explicar o comportamento destes indivíduos, desde aqueles que expressam a idéia da existência de características distintas e específicas a cada grupo até concepções que negam a existência de qualquer característica comportamental relacionada aos diversos tipos de excepcionalidade. [...]

Mais Vendidos educação

Brincadeiras e jogos na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo dirigido   |  27/07/2007   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

O brincar na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Dissertação   |  01/04/2008   |  BR   |   .doc   |   14 páginas

Últimos trabalhos educação

Literatura Infantil em Sala de Aula

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  03/07/2013   |  BR   |   .doc   |   10 páginas

Literatura Infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  18/06/2013   |  BR   |   .doc   |   9 páginas