Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Concepção de infância e educação infantil

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
UNIFENAS

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
24 páginas
Nível
Para todos
Consultado
9 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Infância
  2. A educação infantil e suas políticas
    1. A história da política educacional brasileira
    2. A Constituição de 1988
    3. O ECA
    4. A LDB
    5. RCN

Considerando que a arte de educar e de cuidar são características inerentes à raça humana, e que desde sempre houve uma preocupação em cuidar e educar as crianças desde cedo, ou seja, desde a infância, é que se torna importante essa pesquisa, pois aqui a preocupação sobre a educação e o cuidado infantil se fez presente ao longo de todo o estudo. Como se objetivou apresentar a importância da educação infantil e da infância para a criança, bem como dos educadores dessa faixa etária, procurou-se, primeiramente, apresentar, como elo para a introdução da pesquisa, a história da infância, enfatizando os caminhos que ela atravessou até hoje para se constituir no processo de educação mais importante para o ser humano. Deste modo, presenciou-se também, além de sua importância, a educação infantil e as suas políticas, o que mostra especificamente a educação infantil nas creches e nas pré-escolas, assim, apresentando o objeto real de análise para a pesquisa. Contudo, fez-se também necessário apresentar as propostas pedagógicas e práticas para o educador na creche e nas pré-escolas, já que são atuantes na educação básica, o que caracterizou e especificou ainda mais a importância desse local para a inserção da criança no mundo social e também na instituição escolar, posteriormente. Assim, apresentou-se as políticas até o ano de 1988, a Constituição Nacional vigente, de 1988, bem como as leis do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), da LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação) e o RCN (Referenciais Curriculares Nacionais), apresentando também suas especificidades. Contudo evidenciou-se que assim como o ensino fundamental é de extrema importância para o desenvolvimento do indivíduo, já que ele é tido como essencial e obrigatório por lei, a educação básica, com o ensino nas creches e pré-escolas também tem a sua importância ímpar, já que tem por base todas as características inerentes à criança e é responsável por se desenvolvimento psicológico, intelectual e cognitivo.

[...] Porém, ao que representa o outro lado da questão, o que representava como poder público federal ou estatal passou para os municípios, os quais, na maioria das vezes, não tinham condições de manter os custos da educação infantil e fundamental, o que a constituição prega como dever no artigo 208, inciso dever do estado com a educação será efetivado mediante a garantia de: IV- atendimento em creches e pré-escolas às crianças de zero a seis anos de idade?. Porém, nessa mesma constituição vigente foi feita uma emenda de nº 14, artigo 211 e parágrafo 2º que assegura a responsabilidade dos municípios quanto à educação: municípios atuarão prioritariamente no Ensino Fundamental e na Educação Infantil?. [...]


[...] SUMÁRIO INTRODUÇÃO INFÂNCIA A infância e um breve histórico A EDUCAÇÃO INFANTIL E SUAS POLÍTICAS A história da política educacional brasileira Políticas até A Constituição de O ECA A LDB RCN Especificidades do RCN 22 CONSIDERAÇÕES FINAIS 23 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 24 INTRODUÇÃO Para se falar sobre concepção de infância e sobre a educação infantil é importante ter esclarecida a idéia de que é uma tentativa de explicar algo que se insere em um mundo diferente do mundo adulto. A dificuldade em expressar essa concepção está justamente na idéia de se de um objeto em se falando de outro, como sublinha Becchi (1994: infância é não-palavra, da qual porém se fala, à qual se fala, mas que por definição não se pode replicar com palavras e falar de Para tanto, falar sobre a concepção de infância e sobre a educação infantil, de maneira geral, requer conceitos sobre a história da infância, quando a criança passou a ser vista como tal, assim como as políticas e iniciativas voltadas para a faixa etária de zero a seis anos. [...]


[...] A legislação, as políticas nacionais de Educação Infantil e a realidade: desencontros e desafios. In: MACHADO, Maria Lúcia de A .(Org.) Encontros e desencontros em Educação Infantil. São Paulo, Cortez p.27-34. GHIRALDELLI, P. Jr. História da Educação. São Paulo: Cortez KRAMER, Sônia. A política do pré-escolar no Brasil: a arte do disfarce ed. São Paulo: Cortez KUHLMANN, Moysés Júnior. Histórias da Educação Infantil Brasileira. Revista de Educação Brasileira. Rio de Janeiro: ANPED, n LISBOA, Antônio Márcio Junqueira. Correio Braziliense, 20/04/2001. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Infância e educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo   |  09/11/2008   |  BR   |   .doc   |   7 páginas

Mais Vendidos educação

Brincadeiras e jogos na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo dirigido   |  27/07/2007   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

O brincar na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Dissertação   |  01/04/2008   |  BR   |   .doc   |   14 páginas