Search icone
Permuta de Trabalhos Acadêmicos
Garantias
Leia mais sobre as nossas garantias.

Leitura e aprendizagem

Informações sobre o autor

 
Nível
Para todos
Estudo seguido
outros
Faculdade
FAG

Informações do trabalho

Data de Publicação
Idioma
português
Formato
Word
Tipo
monografia
Número de páginas
23 páginas
Nível
Para todos
Consultado
2 vez(es)
Validado por
Comitê Facilitaja
0 Avaliaçao cliente
0
escrever um comentário
  1. Conceito do ato de ler: leitura e escrita
  2. Ato de ler em diferentes etapas
  3. Leitura na primeira infância
  4. A leitura no ensino fundamental e médio
  5. A leitura no ensino superior
  6. A leitura após vida escolar - pesquisa empírica / campo

Ler significa não só ver as letras do alfabeto e juntá-las em palavras, mas também estudar a escrita, decifrar e interpretar o sentido, reconhecer e perceber.
A aprendizagem da leitura sempre se apresenta intencionalmente como algo mágico, senão enquanto ato, enquanto processo da descoberta de um universo desconhecido e maravilhoso. Parodiando Paulo Freire: "ninguém educa ninguém, como tampouco ninguém educa a si mesmo; os homens se educam em comunhão, mediatizados pelo mundo". Refletindo melhor se poderia dizer: ninguém ensina ninguém a ler. O aprendizado é, em última instância, solitário, embora se desenvolva na convivência, cada vez mais com os outros e com o mundo, naturalmente!
A leitura é importante em todos os níveis educacionais. Portanto, deve ser iniciada no período de alfabetização e continuar nos diferentes graus de ensino. Ela constitui-se numa forma de interação das pessoas de qualquer área do conhecimento.
A leitura é uma atividade essencial a qualquer área do conhecimento. Está intimamente ligada ao sucesso do ser que aprende. Permite ao homem situar-se com os outros. Possibilita a aquisição de diferentes pontos de vista e alargamento de experiências. É também um recurso para combater a massificação executada principalmente pela televisão. Para ele, o livro é ainda um importante veículo para a criação, transmissão e transformação da cultura.
Através do hábito da leitura, o homem pode tomar consciência das suas necessidades (auto educar-se), promovendo a sua transformação e a do mundo. Pode praticar o exercício dialético da libertação.
O aumento de leitores significa acesso às informações mais objetivas. Com isto passarão a ser críticos da realidade, além de tentar transformar essa realidade a partir do que foi conhecido e construído durante as leituras.
O problema da falta de hábito de ler já começa nas primeiras séries do primeiro grau, em razão dos textos utilizados serem muitas vezes ultrapassados e alienados dos problemas da realidade, não constituindo nenhuma motivação para o aluno. O mercado está cheio de livros didáticos sem sustentação filosófica e teórica e, muitas vezes, ainda conta com a incompetência profissional do educador para orientar corretamente esta prática.
As leituras oferecidas principalmente aos alunos de segundo grau tendem mais para o conservadorismo e reprodução da ideologia ultrapassada.
É preciso lembrar que a educação do ser humano envolve sempre dois fatores: formação e informação. Por isso, os conhecimentos transmitidos as novas gerações devem ser trabalhados com os valores e costumes para que ocorra a sobrevivência e evolução da cultura. Os textos podem ser utilizados na realização de objetivos educacionais tanto para formar como para informar.
A motivação para leitura envolve curiosidade e abertura a novos conhecimentos e informações. Os alunos lêem normalmente para as provas e estas leituras são sempre escolhidas pelo professor.
Ler é uma prática básica, essencial para aprender. Nada substitui a leitura, mesmo numa época de proliferação dos recursos audiovisuais e da Informática. A leitura é parte essencial do trabalho, do empenho, de perseverança, da dedicação em aprender. O hábito de ler é decorrente do exercício e nem sempre constitui-se um ato prazeroso, porém, sempre necessário. Por este motivo, deve-se recorrer a estímulos para introduzir o hábito de leitura em nossos alunos

[...] O ato de aprender a ler não está envolvido em nenhuma atividade que o indivíduo já tenha exercitado na linguagem no mundo, sendo que o professor deve proporcionar uma possível aprendizagem de leitura global significativa.A leitura tem significado quando a metodologia de aprendizagem tem sentido para o aluno sendo essencial para o desenvolvimento de habilidades de leitura e não simplesmente decodificar sons, mas reflexões sobre a informação, conhecimento e prazer ATO DE LER EM DIFERENTES ETAPAS O auto de ler nos acompanha deste cedo. [...]


[...] A leitura tende a limitar-se ao nome (sem sobrenome), a não ser nos casos dos nomes dissílabos ou quando há sobra silábica na leitura (correspondência de uma sílaba para cada letra) Características das escritas silábico-alfabético (nível IV) Hipótese central Coexistência de duas de correspondência sons e grafias: fonemas para algumas partes das palavras e sílabas para as outras. Representa toda as letras. Não utiliza todos os sinais da escrita. Construção gráfica Escrita diferenciada com valor sonoro inicial. Quantidade e repertório variáveis. [...]


[...] Segundo Ávila (1971), leitura é o meio mais eficiente de enriquecimento e desenvolvimento da personalidade, é um passaporte para a vida e para a sociedade?. Após adquirir o domínio da fala a criança começa a interagir com a leitura não a leitura dos símbolos lingüísticos/escrita, e sim da leitura simbólica, que seria como ler desenhos, rótulos,objetos,etc. Ou seja símbolos que ela está acostumada, por isso identifica em seu meio físico e social. Nesta fase a criança fala mais do que lê, muitas vezes a criança pega um livro com vários desenhos e conta a história, isso não significa que ela está lendo os signos lingüísticos(as palavras) e sim que ela esteja fazendo uma leitura simbólica das imagens que ela está lendo vendo. [...]

Estes documentos podem interessar a você

Importância da interpretação de enunciados no processo de ensino e aprendizagem

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  28/06/2007   |  BR   |   .doc   |   79 páginas

A importância da interpretação de enunciados no processo de ensino e aprendizagem

 Sociedade   |  Educação   |  Monografia   |  18/07/2007   |  BR   |   .doc   |   52 páginas

Mais Vendidos educação

Brincadeiras e jogos na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Estudo dirigido   |  27/07/2007   |  BR   |   .doc   |   26 páginas

O brincar na educação infantil

 Sociedade   |  Educação   |  Dissertação   |  01/04/2008   |  BR   |   .doc   |   14 páginas